Páginas

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

A revolução dos Bichos(1945) George Orwell (156 páginas) - (Editora - Companhia das letras)






A Revolução dos Bichos é um romance do escritor inglês George Orwell (1945), e apontado pela revista americana Time entre os cem melhores da língua inglesa.
O livro narra uma história de corrupção e traição e recorre a figuras de animais para retratar as fraquezas humanas e demolir o "paraíso comunista" proposto pela Rússia na época de Stalin.
Para o autor, um socialista democrático e membro do Partido Trabalhista Independente por muitos anos, a obra é uma sátira à política stalinista que, segundo sua ótica, teria traído os princípios da Revolução Russa de 1917.

Uma estória instigante que mostra como o socialismo funciona na prática. O estilo do livro é simples, porém rico de conteúdo político e retrata como funcionam os seres humanos quando detém o poder. Mesmo usando animais o que torna o livro mais interessante ainda.
Ele mostra como luta dos animais para obterem liberdade pode se transformar tão rapidamente em um jogo pelo poder.
Mostra com maestria como o discurso enquanto oposição é um e depois que vira situação as atitudes são bem diferentes.
Orwell é genial em mostrar as, analfabetismo e cobiça ao longo do romance para explicar a opressão, propaganda e desculpas elaboradas que levou ao surgimento da ditadura soviética.
No entanto, este romance vai além de abordar a Revolução Russa, ele fala de todas as revoltas, porque independente da escolha política direita ou de esquerda, o resultado sempre é o mesmo.
 Ele demonstra como uma revolta é inútil, de que as coisas continuarão como sempre foram. Apenas mudando o nome do regime em vigor.
A leitura é rápida e prazerosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário